Abstrações Mineiras

  • elaine_santana_minas_gerais-7429 elaine_santana_minas_gerais-7429
  • elaine_santana_minas_gerais-6947 elaine_santana_minas_gerais-6947
  • elaine_santana_minas_gerais-7000 elaine_santana_minas_gerais-7000
  • elaine_santana_minas_gerais-6932 elaine_santana_minas_gerais-6932
  • elaine_santana_minas_gerais-6914 elaine_santana_minas_gerais-6914
  • elaine_santana_minas_gerais-6918 elaine_santana_minas_gerais-6918
  • elaine_santana_minas_gerais-6907 elaine_santana_minas_gerais-6907
{image.index}/{image.total}

Pequena nota: Estas fotos também foram produzidas na viagem por Minas Gerais, relatada no post anterior. Além do costumeiro registro documental, fotografei a paisagem com um outro olhar, mais abstrato.

 

 

Minas Gerais!

Interrompo a narrativa de nossa passagem pela América do Sul para escrever sobre Minas Gerais, uma viagem que aconteceu no final de dezembro de 2011.

Quando voltamos de lá, guardei as fotos e por fim, esqueci delas. Hospedados, então, num pequeno hotel no meio do mato no mês passado, numa madrugada de insônia, aqui na Bolívia, resolvi editá-las. Olhar estas fotos – que agora compartilho com vocês – me fez pensar nestes dias de estrada, quando ainda tínhamos casa.

Para Minas, não tínhamos um roteiro totalmente definido, mas em nosso plano original, tentaríamos conhecer as diversas regiões deste estado que é o quarto maior em extensão territorial e o segundo mais populoso no Brasil. Com o carro cheio de amenidades, comida, fogareiro, barraca, roupas saímos de São Paulo em direção a Rodovia Fernão Dias e nosso primeiro destino: um motel de beira de estrada entre Três Corações e São Tomé das Letras.  Continue reading “Minas Gerais!”

James Brown em Belo Horizonte

Combinamos este ano de viajar por Minas Gerais, queríamos conhecer melhor este Estado que é o quarto em extensão territorial e o segundo mais populoso do Brasil.

As chuvas de verão estão castigando as Gerais este ano. Tem chovido muito e até agora, mais de 123 municípios estão em estado de emergência.

Fugindo da chuva, chegamos em Belo Horizonte, onde tínhamos amigos, tempo e espaço para decidir os próximos passos da viagem, já que com as chuvas, parte do nosso roteiro foi alterado.

Após alguns dias de preguiça e ócio, visitamos um amigo, Éder, que nos contou de um encontro de rua que acontece todos os Sábados, perto do Mercado Central em BH. E que ao som de James Brown as pessoas dançam, muitas vestidas a cárater: terno, gravata, sapato bicolor. Na rua. Ficamos intrigados. Continue reading “James Brown em Belo Horizonte”